Um Product Designer com background técnico: PM3 Stories

Continuando a série de entrevistas com os nossos alumni, convidamos o Salun Marvin, que tem um background técnico e hoje atua como Product Designer na Bunny Studio, para compartilhar a sua história.

Aprender com as experiências das outras pessoas é uma das formas de se inspirar e buscar alternativas para uma transição de carreira, como é o caso de muitos outros profissionais de Produto, as suas experiências no passado acabam por moldar quem você é hoje ou será amanhã. Vamos a isso! 

 

Conte um pouco sobre você:

Sou desenvolvedor desde 2004, quando vendi meu primeiro website. Já passei por vários ramos e linguagens como programador, Javascript, .NET, PHP, Python e outras. A tecnologia sempre me fascinou.

Aos poucos desenvolvi alguns aplicativos e produtos novos para pequenas empresas e me tornei Scrum Master e Product Owner pela última empresa que passei no Brasil.

Desde 2017 trabalho remotamente para empresas de fora, atualmente na Bunny Studio. Fui programador sênior lá até fevereiro de 2020, quando após finalizar o curso da PM3, me tornei Product Manager. 

Por que você quis se tornar um PD?

Sempre me interessei no desenvolvimento de novos produtos. Mesmo quando não fosse para algum cliente, eu gostava de criar algo novo no meu tempo livre. Quando entrei na Bunny Studio, descobri que seria uma oportunidade de poder fazer isso profissionalmente e corri atrás do curso e de me profissionalizar. 

Antes de entrar na área de produtos, você chegou a questionar se tinha o background certo?

Sempre senti que poderia atuar com produto, o interesse sempre foi grande. Através da experiência como desenvolvedor por muitos anos, e trabalhando com outros excelentes profissionais da área de produtos, fui aprendendo e criando o background pra quando me profissionalizasse. 

Logo nos primeiros dias já na área de produtos (ainda como PD), quais foram seus principais desafios e como deu a volta por cima?

O maior desafio que tive foi descobrir minha nova área de atuação. É estranho não codificar mais, não resolver os bugs ou tasks que vemos aparecendo. Saber dizer não pra um stakeholder também é algo sempre difícil. Os clientes querem todas as soluções, alterações e temos que analisar para saber se é possível ou não e quais são as consequências. 

Mostrar para os stakeholders que você aprecia as sugestões, saber como dar um bom feedback me ajudaram muito nessas horas. A confiança na sua equipe é algo fundamental, e todos devem saber que as questões trabalhadas não são pessoais, e as decisões são feitas baseadas em dados.

Porque escolheu a PM3 e o que mudou depois do curso?

Procurei um curso referência no Brasil e a PM3 tinha excelentes reviews. Não hesitei e me matriculei. Muita coisa (mas muita mesmo) mudou após o curso de Product Manager. São termos novos, métricas novas, frameworks novos que aprendemos e podemos colocar no dia a dia. Ajuda muito ter o background técnico de produto. O trabalho fica mais fácil, você consegue produzir mais em menos tempo. O curso é excelente e realmente mudou meus hábitos. 

Algum conselho para quem aspira entrar na área e se tornar um PM?

Escute muito mais do que fala. Aprenda com as pessoas. Seja curioso, pergunte sempre que possível. Estude bastante, leia muitos livros sobre o assunto (no curso da PM3 vários são indicados e eu sugiro os mesmos). Crie pequenos produtos na sua casa, como forma de aprendizado, teste com os amigos e família. Enfim, se divirta!

 

Acompanhe outras histórias inspiradoras: 
Ver todos os conteúdos do blog

Torne-se um PM completo(a)!

Faça como nossos mais de 2.000 alunos, estude no curso que é referência na educação em Product Management no país e eleve a barra em produto!

Close