Um Product Manager com background em design: PM3 Stories

Continuando a série de entrevistas com os nossos alumni, convidamos o Matheus Bonetti, que tem um background em Design, e hoje atua como Product Manager na Qulture.Rocks.

Aprender com as experiências das outras pessoas é uma das formas de se inspirar e buscar alternativas para uma transição de carreira, como é o caso de muitos profissionais de Product, as suas experiências no passado acabam por moldar quem você é hoje ou será amanhã. Vamos a isso!

 

Breve histórico sobre você

Desde quando ganhei meu primeiro computador, gostava de fuçar em tudo o que envolvia criar no digital. Aprendi bem cedo a mexer no Photoshop e no CorelDRAW, e trabalhava ajudando meus pais, que têm uma empresa de embalagens. Entrei na faculdade de Design pensando que ia mergulhar ainda mais na área gráfica impressa, mas no meu primeiro estágio comecei a trabalhar com sites e me apaixonei. Fui evoluindo nessa área, até chegar na RD Station em 2016, como UX Designer no time de Marketing, tocando ações de Growth e Product Marketing.

Depois de um workshop sobre Discovery e Delivery com os PMs da RD, comecei a me interessar cada vez mais pelo assunto e aplicar algumas coisas no meu dia-a-dia no Marketing. A partir daí, fui flertando cada vez mais com a ideia da transição de carreira, até conquistar a vaga que ocupo hoje, como Product Manager na Qulture.Rocks.

 

Como foi seu processo seletivo para produto? Alguma dica para quem está começando?

Como minha realidade no marketing não era tão próxima das rotinas de Produto, eu tinha duas estratégias para fazer a migração: agregar estudos e experiências relacionadas à gestão de produto até me sentir confiante para um processo seletivo para PM; ou me tornar Product Designer e, em um ou dois anos, buscar uma mudança para PM nesse time.

Por isso, enquanto estudava, fui buscando vagas Product Designer. Em um desses processos seletivos, após falar da minha visão de carreira pro médio prazo, o Fred, CTO da Qulture.Rocks, sentiu meu apreço pela área e me perguntou se eu não queria tentar uma vaga de PM em vez da vaga de designer. Claro que topei na hora (:

Algo que me ajudou muito - tanto na entrevista quanto no meu desenvolvimento - foi ter aplicado conceitos de gestão de produto em pequenas ações do meu trabalho como designer, independente de qual fosse minha task, e buscar entender essas ações em um contexto de produto. Quando uma tarefa caía no meu colo, eu mapeava toda a árvore de oportunidades que conectava aquilo com a estratégia e a visão da empresa, e em vários momentos usava isso para propor caminhos diferentes para as stakeholders. Com isso eu fui fixando o que estava estudando, aumentando minha zona de influência e amadurecendo meu repertório de produto, mesmo estando em um contexto diferente.

 

Qual você acha um mindset ideal para trabalhar na área de Produto?

O trabalho de PM envolve dados, tecnologia, processos, mas acima disso tudo se trata de fazer coisas para pessoas. Além de entender muito sobre as pessoas que usam seu produto, suas dores e necessidades, é preciso entender quem está no seu time, squad, empresa, construindo produto contigo. Mesmo os dados frios representam interações feitas por pessoas. Acho que essa é a mentalidade que quero desenvolver pra minha atuação como PM.

 

Como a PM3 ajudou na sua trajetória profissional?

O curso da PM3 abriu minha cabeça em vários sentidos! Além dos conhecimentos me ajudarem na dinâmica que descrevi acima - de aplicar o que aprendia no meu dia-a-dia -, as aulas também foram me mostrando como era a atuação de diferentes PMs em diferentes empresas, os seus acertos e erros, a forma como essas profissionais conectaram a teoria à prática e transformaram isso em um conteúdo de muito valor. A comunidade que foi se formando ao redor da PM3 também me trouxe algumas ótimas conexões e fortaleceu outras, a troca de conhecimentos é intensa e as pessoas estão muito dispostas a mentorar, ensinar e trocar conhecimentos.

 

Tem alguma história que gostaria de compartilhar?

Uma coisa dessa minha transição é que eu passei 5 anos na RD Station e perdi algumas oportunidades incríveis pra carreira de PM e só percebi anos depois. A mais chocante foi saber, semana passada, que o Marty Cagan deu uma palestra na RD um tempo atrás e eu nem sabia quem ele era - e muito menos que ele estava ali no auditório ao lado. Não sou de guardar arrependimentos, mas que timing errado o meu, né?

 

Alguns livros e conteúdos que indica

Confesso que não sou muito bom com livros; ultimamente tenho aprendido muito seguindo PMs cujo trabalho eu admiro no LinkedIn e lendo os artigos que essas pessoas compartilham. Também tenho tentado fazer mentorias e benchmarks com profissionais da área, e isso tem ajudado muito. Por fim, uma experiência divisora de águas na minha experiência de gestão de produtos foi o Product Game, que teve um pouco de tudo isso junto à muita mão na massa. Recomendo fortemente!

 

Quer saber mais sobre a gestão de produtos digitais?

Se quer entrar na área de produto e se tornar um Product Manager preparado(a) para enfrentar o mercado, baixe a ementa do curso referência em produto no país e aprenda com 17 instrutores de empresas como OLX, Nubank, Booking.com, iFood, Creditas, Grupo ZAP, entre outras grandes Tech companies brasileiras. 

Mais conteúdos para te ajudar a ser um(a) PM melhor:
Ver todos os conteúdos do blog

Seja especiaista em Produto!

Faça como os mais de 3.500 alumni. Estude nos cursos que são referência na educação em Product Management no país e eleve a barra em Produto!

Close