10 de novembro de 2021

5 objetivos que seu roadmap de produto deve alcançar em um lançamento

O roadmap de produto é uma ferramenta muito importante para o sucesso de uma estratégia de lançamento. Afinal, saber por onde começar e por onde seguir durante todo esse processo é fundamental para alinhar times e utilizar os recursos disponíveis da melhor forma. 

Ou seja, ele nada mais é do que um roteiro que compreende os objetivos do negócio, as necessidades do público ao qual o produto se destina e as tarefas necessárias para fazer com que o lançamento aconteça.

Aqui neste post você vai entender melhor o que é um roadmap de produto e quais são os objetivos que ele te ajuda a alcançar durante um lançamento. Vamos lá?

O que preciso saber sobre um roadmap de produto?

De acordo com o livro Roadmaps, de Bruce McCarthy, podemos resumir a técnica nas seguintes características:

  • Um roadmap descreve como você pretende alcançar sua visão de produto;
  • Um bom roadmap inspira adesão e uma elevada entrega de toda a organização;
  • Os roadmaps podem assumir várias formas e não são necessariamente um único artefato ou documento. Na verdade, não se trata de criar artefatos, trata-se de criar uma compreensão compartilhada de onde você está indo e por quê;
  • O roadmap de produto é um documento que pode efetivamente reunir seus times em torno de um plano que precisa ser mais do que apenas uma lista de features e datas. Ele precisa contar a história de como será quando você alcançar sua visão, o que será necessário para chegar lá e como você saberá se está progredindo;
  • Feito corretamente, um roadmap de produto pode orientar toda a sua organização no sentido de cumprir a estratégia da empresa. Um bom roadmap, porém, não é plano de projeto, mas uma ferramenta de comunicação estratégica, uma declaração de intenções e direção;
  • O roadmap de produto deve alinhar todas as partes interessadas (marketing, vendas e engenharia) em torno de um plano de produto comum, garantindo alinhamento total em cima dela;
  • É importante se comunicar com o cliente e convidá-lo a participar do processo, ao invés de tentar prever o futuro. Se for um cliente estratégico importante, a aproximação gera uma possível solução para o que é de interesse dele, abrindo espaço para uma revisão do projeto e feedbacks que comprovem que ele atende às respectivas necessidades.

Quais são os objetivos que meu roadmap de produto deve alcançar?

Ainda de acordo com o livro de Bruce McCarthy, podemos destacar alguns insights preciosos sobre os objetivos que de fato um roadmap deve alcançar. Onde queremos chegar com um planejamento tão detalhado e importante? Ter essas questões muito claras ajuda a criar processos mais eficientes, então uma boa dica é ter em mente estes 5 aspectos ao elaborar o seu:

1. Colocar os planos da organização em um contexto estratégico

O roadmap é uma oportunidade crítica de articular como suas escolhas de produto impactam nos resultados de negócio. Por isso, antes de entrar nos detalhes de como (features), invista no porquê (big picture). O que tudo isso significará (caso você tenha sucesso) para o usuário, para a companhia e para o mundo?

2. Focar na entrega de valor para os usuários e para a empresa

Depois de descrever a visão do produto e o que todos devem alcançar, fuja da tentação de enumerar funcionalidades, funções e ajustes com datas de entrega bem definidas. Isso porque talvez elas não farão nenhuma diferença para seus usuários e para o negócio, mesmo que a princípio você não perceba isso.

Ao invés disso, concentre-se nas pequenas entregas de valor que vão te ajudar a atingir sua visão ao longo do tempo.

3. Aceitar o aprendizado como parte de um processo bem sucedido de desenvolvimento de produto

Quem nunca recebeu uma demanda/sugestão de feature do usuário, CEO ou qualquer outro stakeholder que atire a primeira pedra. Embora pareçam inofensivas, elas vão criar uma cadeia viciosa baseada em promessas de entregas (sem garantia de adoção) ou comprometimento com datas como o único meio de obter resultados.

Por isso, sempre pergunte o porquê. Pessoas experientes em produtos estão tentando entender qual problema estão resolvendo e criam soluções que de fato as solucionem.

4. Reunir organização em torno de um único conjunto de prioridades

Quando marketing está contando uma história, vendas está vendendo algo diferente e o time de engenharia está construindo o oposto, sua estratégia de produto está oca e irrelevante.

Logo, busque envolver os times nas decisões que os afetarão e compartilhe as informações que embasam suas hipóteses. Faça isso antes de dividir partes relevantes do roadmap que estão concretas para extrair seus inputs, pois isso vai enriquecer suas informações e aproximar as equipes dos planos. 

5. Deixar os usuários entusiasmados com o produto

Uma conversa sobre o roadmap de produto com o usuário é uma oportunidade para o profissional que está trabalhando nesse planejamento

Por meio dessa troca, ele pode validar seu entendimento sobre necessidades do mercado antes de realmente construir o produto. Além disso, é sua chance prévia de descobrir o que está errado em sua estratégia e mudar a direção antes mesmo do desenvolvimento.

Quer aprender sobre roadmap de produto com grandes líderes do mercado?

Reunimos os melhores especialistas em produto do Brasil no Curso de Product Management para compartilhar um conhecimento de alto nível, com cases reais do nosso mercado. Desta forma, você receberá uma formação no contexto do mercado em que atuamos, aprendendo com cases de quem realmente faz acontecer hoje em Produto no no país. O melhor? Há uma aula completa focada totalmente em roadmap!

Aproveite e confira já a ementa completa do curso e veja como ele se encaixa no seu momento atual de carreira!

Aprenda sobre Mapa de empatia no Curso de Product Management da PM3

Autoria de:

Você também pode gostar de ler