Outcomes de Negócio vs. de Produto: qual é a diferença?
Caio Arruda

Caio Arruda

Product Manager

5 minutos de leitura

Panorama do Mercado de Produto

A importância da gestão baseada em outcomes é quase incontestável em uma cultura de desenvolvimento de produtos moderna. Afinal, ela nos permite adotar uma abordagem orientada a resultados, tendo autonomia para entender o que devemos criar para atender às necessidades do usuário e da empresa, em vez de entregar apenas simples outputs.

Em um marketplace, em vez de se concentrar na entrega de uma funcionalidade específica – como salvar os anúncios favoritos – você olha para os resultados esperados, como um aumento na taxa de conversão de transações concluídas, independentemente da solução final.

Como times de produto, estamos constantemente falando sobre isso. Mas você consegue descrever a diferença entre outcomes de negócio e outcomes de produto?

Outcomes de negócio

Esses são as métricas que movem a empresa para a frente; normalmente, são os objetivos que as empresas definem como suas metas.

Muito provavelmente, os resultados de negócio estão em uma dessas categorias:

  • Aumentar a receita ou participação no mercado;
  • Proteger a receita ou participação no mercado;
  • Reduzir custos ou melhorar a margem;
  • Evitar custos.

Um exemplo seria esse tipo de notícia:

notícia fictícia

Outcomes de produto

Por outro lado, esses são as métricas que nos ajudam a entender se o produto está movendo a empresa para a frente. Em outras palavras, se o produto está gerando valor para a empresa.

Geralmente, eles se enquadram em uma dessas categorias:

  • Aquisição;
  • Ativação;
  • Retenção;
  • Receita;
  • Indicação.

Se você não está familiarizado, esses são as Pirate Metrics, métricas de comportamento do usuário que as empresas Product-Led Growth devem acompanhar.

Valor do usuário e valor do negócio

E o valor do usuário?” você pode perguntar.

Supondo que uma empresa de marketplace queira aumentar a receita, um aumento na aquisição de usuários pode ajudar nisso, certo? Mais usuários geram mais transações, mais transações geram mais taxas coletadas e mais taxas é igual a mais receita.

Sempre depende do modelo de negócio, mas geralmente há uma relação direta entre resultados de negócio e resultados do produto.

outcomes de negócio e produto


Frequentemente, quando geramos valor para o usuário ao entender suas necessidades e contexto e oferecendo uma ótima experiência, geramos valor para o negócio.

Observe o “frequentemente“; isso não significa sempre. Mas esse é um assunto para outro artigo.

Conclusão

Ao entendermos que o objetivo de todas as áreas de uma empresa é gerar valor para a mesma. Aqui visualizamos melhor a relação direta entre outcomes de negócio e de produto: produto deve contribuir para a empresa, ajudando-a a atingir seus objetivos.

Uma gestão focada não em entregas, mas sim no impacto que essas entregas causam é a chave para a criação de produtos que não apenas geram valor para o usuário, mas também para a empresa. Ao adotar essa abordagem, o time ganha autonomia para entender o que deve ser criado para atender às necessidades do usuário e da empresa. Uma vez que os times e os líderes entendem a conexão entre os dois, eles podem trabalhar juntos para entregar resultados significativos.

Você trabalha com gerenciamento baseado em outcomes? Vamos trocar uma ideia e compartilhar nossas experiências. Você pode me encontrar no LinkedIn e no Instagram.

Domine Product Management

Quer ficar por dentro da gestão de produtos digitais e dominar as melhores práticas do mercado?

Aqui na PM3 nós temos como visão tornar o mercado brasileiro de Tecnologia a referência mundial em Product Management. E para fazer isso acontecer, nós levamos a nossa missão a sério: formar os melhores profissionais da área de Produto.

Por isso, reunimos especialistas em Produto para compartilhar cases reais do nosso mercado no conteúdo do Curso de Product Management. Dessa forma, você receberá uma formação completa e no nosso contexto, com exemplos de quem realmente faz produto no Brasil.

a foto mostra andré nery, instrutor da pm3 no curso de product management

Leia também: