O que é "User Story Mapping"

Product Discovery

Definição

O User Story Mapping é um mapa utilizado para documentar o desenvolvimento do produto por meio de uma série de atividades.

Essa técnica é aplicada para a criação e a contextualização das User Stories, facilitando o entendimento da jornada do usuário com o seu produto ao longo do tempo. 

 

Origem do termo

O conceito de User Story Mapping surgiu para tornar o backlog mais organizado. O termo foi divulgado por Jeff Patton, referência em Agile.

Em 2005, Patton utilizou o termo em seu artigo “It’s All in How You Slice It”. A proposta do conceito é a de que a organização visual do backlog aumenta a visão do todo e cria um contexto para o desenvolvimento de software. 

Como usar o termo "User Story Mapping" na prática

O User Story Mapping é muito útil para compartilhar informações do funcionamento e do desenvolvimento do software para as equipes envolvidas. 

Isoladamente, as User Stories  sem um contexto podem despertar algumas dúvidas. O objetivo do User Story Mapping é, justamente, criar esse contexto para facilitar o entendimento do time. 

Assim, a técnica otimiza a comunicação entre os stakeholders, ajuda a ter clareza sobre o processo de desenvolvimento do produto, visualizar todas as atividades envolvidas e priorizar histórias. 

 

Framework para User Story Mapping

Um dos pontos mais importantes do User Story Mapping é conhecer o seu usuário. Isso é fundamental para entender qual o caminho que ele percorre no seu produto. 

Algumas dicas para fazer o User Story Mapping:

 

  • Envolva os stakeholders no desenvolvimento do mapa (desde os times de desenvolvimento e design até os clientes);
  • Escolha as ferramentas para montar o User Story Mapping (post-its, mapas virtuais e etc.);
  • Atribua objetivos para cada time e estabeleça as metas gerais
  • Priorize as tarefas;
  • Revise, periodicamente, o User Story Mapping para atualizá-lo conforme necessário.

 

No mapa, para ter uma visão clara sobre a jornada, é importante contar com informações sobre o problema a ser resolvido, as características dos usuários e o propósito do produto. 

Além disso, estabeleça a história da jornada (a “big story”), ou seja, quais passos os usuários darão pelo produto, quais etapas eles irão percorrer para alcançar o seu objetivo. 

Depois, é necessário construir o backbone, a base do seu mapeamento. No mapa, ele ocupa o eixo horizontal e é composto pelas atividades da jornada. A partir do backbone, você deve estabelecer quais são as histórias correspondentes. 

Uma ótima referência sobre o assunto é o livro “User Story Mapping: Discover the Whole Story, Build the Right Product”, do criador do conceito, Jeff Patton.

 

User Story Mapping nos cursos da PM3 

Para se aprofundar em User Story Mapping, não deixe de ver a aula “Metodologias para entendimento do problema”, do Curso de Product Discovery da PM3, com a instrutora Natalia Arsand. Além disso, nesta aula, você também vai saber mais sobre Jornadas do Usuário e Service Blueprint. 

Conteúdos sobre o tema

Confira alguns conteúdos gratuitos para aprender mais sobre a importância da User Story Mapping:

 

Você tem vontade de elevar a barra em produto no Brasil?

A PM3, contando com a ajuda da comunidade, está construindo o primeiro Glossário de Produto do Brasil e você pode fazer parte disso!

Ficou com vontade de ajudar também?

Clique aqui e registre sua colaboração. Ah, nós sempre damos os devidos créditos às pessoas. 😉