Você sabe qual é a importância do processo de discovery? 🧩

Por Ana Gabriela De Callis

No desenvolvimento de um novo produto cada empresa tem seu próprio método e segue com aquilo que acredita ser mais assertivo, porém podemos ver com muita frequência situações onde o produto falha na hora de agradar o mercado. Existem muitos produtos sem utilidade por aí.

Isso acontece porque consumidores cada vez mais podem optar por produtos desenvolvidos especialmente para as suas dores, ele é parte do processo de desenvolvimento, é ouvido e ajuda a construir um produto mais útil.

Se na hora de desenvolver um produto você não for rápido para perceber as necessidades dos clientes, seus concorrentes com certeza o farão, e então, vai atrair o público e passar na sua frente.

A maioria das empresas que falham na hora de desenvolver e lançar um produto não deram a atenção necessária ao usuário, ao ser humano. Hipóteses sem base científicas, sem análise de dados, sem pesquisa, sem discovery com certeza tem mais chances de falhar.

Mas então, qual é o melhor jeito de criar um produto com boas features? Como entender as prioridades e classificar o que deve ser feito primeiro? Qual a importância dos usuários em todo o processo e qual o prazo em que o produto deve ser desenvolvido e lançado no mercado?

É aqui que entra o product discovery, ou descoberta do produto. O processo de discovery é essencial para responder todas essas perguntas e fazer com que um novo produto seja usável mas também útil.

Aqui é preciso entender com profundidade o contexto dos seus clientes, entrevistá-los, observá-los, torná-los parte ativa do processo de design. 

Além de utilizar ferramentas para gerar um entendimento do cliente é necessário compartilhar isso com todo o time de produto, até mesmo os desenvolvedores. Só assim as ideias do novo produto poderão ser realmente disruptivas, distantes do pensamento comum e mais próximas do cliente.

Também é necessário garantir que o produto não seja desenvolvido totalmente, mas com a cultura de MVP (mínimo produto viável) para que possa ser testado, reduzindo o retrabalho.

Desenvolver sem testar é não abandonar ideias falhas. Portanto, é preciso investir tempo e esforço na fase de planejamento e descoberta do produto.

Uma estratégia já definida pode ganhar novas perspectivas ou até mesmo ser descartada se o processo de discovery for desenvolvido. E no final, seu produto ganhará uma possibilidade muito maior de ser aceito pelos usuários. 😍

🎥 Temos uma live gratuita do César S. Cesar, CPO da Xerpa sobre esse tema "Inovação contínua com dual-track discovery/ delivery"Inscreva-se agora aqui. Não perca a chance de saber mais sobre esse assunto com esse grande especialista. 🚀

Torne-se um(a) Product Manager completo(a)!

Aprenda com os melhores profissionais do mercado neste curso totalmente online com mais de 40 horas de conteúdo. 24/7, aonde e quando quiser!

QUERO
Close