Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
25 de novembro de 2020

Um Product Marketing Analyst com background em Publicidade: PM3 Stories

Continuando a série de entrevistas com os nossos alumni, convidamos o Fábio Marques, que tem um background em Publicidade, e hoje atua como Product Marketing Analyst.

Aprender com as experiências das outras pessoas é uma das formas de se inspirar e buscar alternativas para uma transição de carreira, como é o caso de muitos profissionais de Product, as suas experiências no passado acabam por moldar quem você é hoje ou será amanhã. Vamos a isso!

Breve histórico sobre você

Cearense de coração, publicitário por formação, e mercadólogo por fit. Tenho um background relativamente diverso, onde passei por áreas como varejo, trade e televisão, e foi justamente esse dinamismo de carreira que me fez amadurecer mais rápido como profissional. Hoje estudo tecnologia aplicada para inovação e business, além de Product Management, que foi onde encontrei a possibilidade de unir tudo isso em um só perfil, na ambição de conseguir entregar resultados de forma mais consistente e plural.

Como foi seu processo seletivo para produto? Alguma dica para quem está começando?

Através de um networking que cultivo desde meu início de carreira, reencontrei um grande colega de trabalho que descobri estar tocando sua própria agência de Branding. Trocamos uma ideia de collab, para inserir dentro do portfólio de soluções uma entrega de valor e modelo de negócios pros clientes através de uma metodologia de Product, e ele abraçou a ideia. A dica é networking, sem sombra de dúvidas – quando comecei a imergir na área, busquei pessoas e empresas que admirava e sonhava em trabalhar junto, como a INCRÍVEL Karol Morone, PM da SumUp, que me deu dicas simplesmente fantásticas de carreira e conhecimento. E esse sentimento de compartilhamento, de comunidade, pra mim foi o skip a beat do meu coração pela área.

Qual você acha um mindset ideal para trabalhar na área de Produto?

Penso que o ideal é um mindset de dados, de cultura, e de colaboração. Essas três características evitam achismos, acompanham e se adaptam mais facilmente ao mercado (agradecimento especial para aula e referência da arretada Loren Monteiro), e integram os times com objetivos alinhados in a daily basis.

Como a PM3 ajudou na sua trajetória profissional?

A PM3 veio trazer pra mim o que era a área, abrindo uma caixa enorme de ideias dentro da minha cabeça. Quando comecei a assistir as primeiras aulas, vi o quanto me identificava com o formato de atuação, com as empresas, as pessoas, rotinas. A equipe de professores que a escola montou foi o grande diferencial, porque ver a teoria é muito diferente de ver quem tá ali na prática, no gás do dia a dia, que já falhou muito mas acertou muito mais, e tá ali pra passar tanta história bacana. Aproveito pra deixar aqui uma dica: escrevam um livro com os relatos dos professores! Acho de um valor enorme e um marco atemporal pra história de Product no Brasil.

Tem alguma história que gostaria de compartilhar?

Minha história que pareceu loucura e parece até hoje: decidi largar meu emprego como Analista de Marketing em uma empresa estabelecida, em pleno tempo de pandemia, para me dedicar aos estudos e esse “pivot” de área. Mas, acredito na máxima de “um passo pra trás e dois pra frente”, de buscar aquele tão sonhado – e às vezes clichê – propósito profissional, e que pra mim faz todo sentido.

Alguns livros e conteúdos que indica.

Certamente o primeiro livro que me vem à cabeça é o do Bob Iger, ex-CEO da Disney: “The Ride of a Lifetime”. Ele foi o responsável pelas aquisições da Pixar, Fox, Marvel, e pela “não-compra” do Twitter (pra mim a decisão mais acertada em toda a carreira). Indico também as bíblias Hooked, Inspired, e, de tanto valor quanto, livros “sobre pessoas”. O Simon Sinek tem uma frase que acho fantástica: “todos os negócios são feitos de pessoas; se você não entende de pessoas não entende de negócios”. Então minha sugestão final fica buscar conteúdo de comportamento humano, de uma maneira geral. Um exemplo? Em Busca de Sentido, do Viktor Frankl.

Quer saber mais sobre a gestão de produtos digitais?

Se quer entrar na área de produto e se tornar um Product Manager preparado(a) para enfrentar o mercado, baixe a ementa do curso referência em produto no país e aprenda com 17 instrutores de empresas como OLX, Nubank, Booking.com, iFood, Creditas, Grupo ZAP, entre outras grandes Tech companies brasileiras. 

Mais conteúdos para te ajudar a ser um(a) PM melhor:

Autoria de:

Você também pode gostar de ler