4 dicas para dominar a comunicação assertiva e ser ouvido
Equipe de conteúdo - PM3

Equipe de conteúdo – PM3

11 minutos de leitura

Panorama do Mercado de Produto

A comunicação assertiva é uma habilidade indispensável para expressar ideias e pensamentos de maneira clara, respeitosa e equilibrada em qualquer relação, seja ela pessoal ou profissional. No contexto profissional, quando se fala em desenvolver habilidades importantes para uma boa relação interpessoal e para garantir um bom alinhamento entre as pessoas, as habilidades de comunicação sempre aparecem na lista de qualidades. 

Se você não sabe o que é comunicação assertiva e sua importância para aprimorar as relações profissionais e trazer mais eficiência para um negócio, continue acompanhando esse artigo e confira!

O que é comunicação assertiva?

A comunicação assertiva é uma habilidade interpessoal, ou soft skill, que combina características e pilares para promover uma comunicação eficaz, clara, respeitosa, empática e sem ruídos. 

Comunicar-se com assertividade significa conseguir transmitir pensamentos, sentimentos, opiniões e ideias de forma compreensível e direta, mas que ao mesmo tempo considere o interlocutor, em um espaço de escuta ativa, respeito e empatia. Por isso, essa soft skill é tão buscada em profissionais de diversas áreas. Afinal, saber comunicar-se de maneira saudável e segura promove muitos benefícios a um ambiente de trabalho.

Alguns pilares que baseiam uma comunicação assertiva, são:

  • Viés empático;
  • Concisão, clareza e objetividade;
  • Comunicação com respeito;
  • Gestão e autocontrole em situações de conflito;
  • Escuta ativa em relação ao interlocutor;
  • Alinhamento entre linguagem verbal e não-verbal;
  • Consideração de necessidades das partes envolvidas;
  • Postura de resolução de conflitos;
  • Transmissão de segurança e autoconfiança;
  • Promoção de feedback construtivo.

O que não é comunicação assertiva?

Saber o que é e quais as características de uma comunicação assertiva é importante, mas entender o que não é comunicar-se de forma assertiva, também é indispensável.

Essa habilidade, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não tem relação com ter sempre razão sobre uma situação. Ela valoriza a maneira como um indivíduo se comunica e transmite uma mensagem, focando nos aspectos da comunicação mencionados, como segurança, eficiência, respeito e ausência de ruídos na mensagem.  Sendo assim, em essência, a comunicação assertiva não visa atestar que alguém está certo sobre um assunto, mas na verdade é um meio de resolução de conflitos ou expressão de ideias e opiniões de maneira segura e clara.

Outros tipos de comunicação e suas características

Outros tipos de comunicação que são comumente confundidos com a comunicação assertiva, são:

  • Comunicação passiva: é um estilo de comunicação no qual o indivíduo tem dificuldade em expressar suas necessidades, opiniões, pensamentos e emoções de maneira segura, objetiva e clara. Nesse tipo de comunicação, há muita hesitação e normalmente o indivíduo acaba cedendo às necessidades do outro ao invés de expressar suas demandas para que também sejam consideradas.
  • Comunicação agressiva: já a comunicação agressiva, envolve uma dinâmica de imposição de demandas e necessidades, de forma dominante, invasiva e acusadora, ultrapassando os limites do outro na comunicação. O objetivo é fazer com que uma vontade prevaleça sobre todas as outras.
  • Comunicação passivo-agressiva: refere-se a um estilo de comunicação em que há um viés de hostilidade e agressividade em relação ao interlocutor, mas que é expressado de maneira reprimida, através de comunicação ambígua, sem clareza e muitas vezes ressentida.

Qual a importância da comunicação assertiva?

Principalmente em contextos profissionais digitais, as habilidades de comunicação são cada vez mais fundamentais não só para papéis de gestão e liderança, mas para todos os times.

Uma pesquisa feita pela Fierce, mostrou que 97% dos entrevistados (mais de 1.400 pessoas) relataram que a falta de alinhamento entre os times afetam diretamente o resultado de qualquer projeto ou tarefa. Além disso, o mesmo levantamento revelou que 86% dos participantes responsabilizam a falta de colaboração e a comunicação ineficaz pelas falhas no ambiente de trabalho. Esses dados mostram que não ter uma comunicação assertiva pode impactar negativamente as dinâmicas profissionais e o desempenho empresarial. 

Em contrapartida, promover uma comunicação eficiente e assertiva pode otimizar os processos de trabalho e aprimorar significativamente o desempenho das equipes.

Assim, as habilidades de comunicação em times e contextos profissionais oferecem diversos benefícios, como:

  • Melhora na colaboração e aumento na eficiência dos times;
  • Apoio ao processo de gestão de conflitos;
  • Incentivo à cultura de feedback, entre outras.

Confira mais detalhes sobre cada um desses benefícios!

Melhora a colaboração e aumenta a eficiência dos times

Em um contexto de rápidas mudanças devido ao uso da tecnologia que amplia ruídos na comunicação, ter uma comunicação assertiva pode aprimorar de maneira considerável a eficiência das equipes de trabalho. Comunicar-se de forma segura, respeitosa e direta ajuda a reduzir os ruídos na comunicação, trazer clareza sobre os processos e evitar mal-entendidos entre os times.

Tudo isso colabora para um ambiente mais produtivo e eficiente, melhorando o desempenho geral da equipe.

Apoia o processo de gestão de conflitos

Nas relações interpessoais profissionais, é comum surgirem conflitos. Afinal, são pessoas diversas, com backgrounds diferentes, e portanto, com divergências de pensamentos e opiniões. Nesse cenário, principalmente para figuras de liderança, a comunicação assertiva é muito importante para garantir uma gestão de conflitos saudável e efetiva. 

Incentiva a cultura de feedback

O feedback é um elemento fundamental para a promoção de melhorias e crescimento não só dos profissionais, mas também do projeto ou negócio em si. 

Assim, comunicar-se de maneira assertiva, promove um ambiente onde a cultura do feedback é bem-vinda e pode ajudar significativamente a estabelecer um espaço de melhoria contínua entre os colaboradores.

3 exemplos de aplicação da comunicação assertiva

Em empresas tecnológicas e digitais, a comunicação assertiva desempenha um papel essencial em vários cenários. 

Alguns exemplos onde uma comunicação objetiva, respeitosa e empática podem fazer uma diferença considerável, são:

  • Gestão de projetos: a comunicação assertiva é fundamental para gestores de projetos. Esse tipo de comunicação deve estar presente em todo o processo, ajudando na compreensão das demandas do projeto, na escuta ativa sobre as necessidades do time, no esclarecimento de dúvidas, etc.
  • Tomada de decisões: comunicar-se assertivamente também promove um processo de tomada de decisão mais informado e estratégico, uma vez que há clareza sobre o que está acontecendo no negócio.
  • Gerenciamento de stakeholders: para uma pessoa que ocupa papéis de gestão ou liderança, o gerenciamento de stakeholders é uma atribuição indispensável. Nesse contexto, a comunicação assertiva pode ser aplicada para trazer clareza sobre o desempenho do projeto, negociar de maneira firme e segura e equilibrar expectativas.

4 dicas para desenvolver habilidades de comunicação assertiva

As habilidades de comunicação são indispensáveis para um profissional que busca ser bem sucedido em seu trabalho e em suas relações interpessoais profissionais. A seguir, aprenda algumas dicas para desenvolver uma comunicação assertiva:

Adote uma postura empática e de escuta ativa

Alguns atributos essenciais de uma comunicação baseada em assertividade é a empatia e a escuta ativa. Ou seja, escutar com atenção e consciência o que o outro diz, validar suas ideias e opiniões mesmo que você discorde e garantir que você entendeu a mensagem, são atitudes que podem contribuir para uma comunicação mais assertiva.

Além disso, a empatiaa habilidade de se colocar no lugar do outro, também é indispensável para construir relações de respeito e consideração, diálogos mais significativos e valiosos, e estabelecer uma comunicação efetiva. 

Alinhe a linguagem verbal à não-verbal

A linguagem não-verbal diz muito sobre como nos sentimos em determinada situação, além de reafirmar sua autoconfiança, empatia e respeito com o outro ao verbalizar alguma coisa. Assim, para garantir uma comunicação realmente assertiva, a sua linguagem verbal precisa estar alinhada à não-verbal.

Por exemplo, não adianta você dizer que se sente à vontade ou relaxado diante de uma situação, se na verdade seu corpo está tenso, seus braços estão cruzados ou suas expressões faciais discordam daquilo que você verbaliza. Por isso, aprimorar a maneira que seu corpo reage ao comunicar-se, é uma forma de melhorar suas habilidades de comunicação, tornando-a assertiva.

Tenha clareza e objetividade na comunicação

Um dos aspectos mais importantes da comunicação assertiva é sua clareza e objetividade. 

Assim, é importante expressar aquilo que você deseja evitando ao máximo produzir ruídos na comunicação, isto é, ambiguidades no diálogo.  Para garantir que isso aconteça, foque em começar frases em primeira pessoa, colocando a responsabilidade do que será dito em você e evitando passar um tom acusatório para o outro. Lembre-se também de manter o autocontrole em relação às suas emoções. Receba a informação, processe e só depois responda.

Além disso, seja específico(a), firme, respeitoso(a) e claro(a) sobre aquilo que deseja expressar, e se necessário, repita o que disse, assegurando-se de que o interlocutor entendeu a mensagem.

Aprofunde-se na temática de comunicação assertiva

Outra dica para quem deseja aprofundar-se no assunto é ler livros ou consumir conteúdos no campo da comunicação que trazem a temática. 

Isso proporcionará embasamento e facilitará a implementação de uma comunicação assertiva no seu dia a dia e nas suas relações.

Algumas recomendações de livros sobre o tema são:

  • “Comunicação Não-Violenta: Técnicas para Aprimorar Relacionamentos Pessoais e Profissionais”, escrito por Marshall B. Rosenberg;
  • “When I Say No, I Feel Guilty” (“Quando Digo Não, Me Sinto Culpado”, em tradução livre), escrito por Manuel J. Smith.
  • “Os Segredos da Boa Comunicação no Mundo Corporativo”, por Reinaldo Polito e Rachel Polito.

Perguntas frequentes sobre comunicação assertiva

Como posso desenvolver a assertividade se sou naturalmente tímido ou introvertido?

Desenvolver a assertividade é possível mesmo para pessoas tímidas ou introvertidas. Comece praticando em situações de baixo risco, como com amigos ou familiares, onde você se sente mais confortável. Utilize técnicas como a linguagem corporal positiva, contato visual e uma voz firme, mas calma.

Participar de workshops ou cursos de comunicação assertiva pode fornecer ferramentas e estratégias específicas. A prática regular e a reflexão sobre suas interações também ajudarão a construir confiança ao longo do tempo.

Qual é a diferença entre comunicação assertiva e comunicação agressiva?

A comunicação assertiva é caracterizada pelo respeito mútuo, clareza e honestidade, expressando suas necessidades e opiniões de maneira equilibrada e sem desrespeitar os outros. A comunicação agressiva, por outro lado, pode ser dominante, hostil e desrespeitosa, frequentemente desconsiderando os sentimentos e necessidades dos outros.

A assertividade busca um equilíbrio onde todos os envolvidos se sintam ouvidos e respeitados, enquanto a agressividade tende a impor uma visão ou vontade sobre os outros.

Como posso lidar com respostas negativas ou defensivas quando tento ser assertivo?

Receber respostas negativas ou defensivas pode ser desafiador, mas é importante manter a calma e continuar sendo assertivo. Escute atentamente a perspectiva da outra pessoa sem interromper e reconheça seus sentimentos.

Use declarações “eu” para expressar como você se sente e reafirme seu ponto de vista de maneira clara e respeitosa. Se a conversa se tornar muito tensa, sugira uma pausa e retome o diálogo quando ambos estiverem mais calmos. A prática contínua ajudará a lidar melhor com essas situações ao longo do tempo.

Conclusão

A comunicação assertiva é uma ferramenta poderosa para melhorar relacionamentos interpessoais, aumentar a eficiência dos processos empresariais, ajudar a gerenciar conflitos e promover um espaço de escuta ativa e empática no ambiente de trabalho.

Se você ainda não sabe como comunicar-se de forma assertiva, esperamos que essa leitura tenha sido um ponto de partida para que você desenvolva essa soft skill tão requisitada em contextos profissionais. Que tal começar por uma das leituras que indicamos anteriormente?

Leia mais: