Plano de Marketing: o que é e como estruturar
Equipe de conteúdo - PM3

Equipe de conteúdo – PM3

8 minutos de leitura

Panorama do Mercado de Produto

Nada é mais frustrante do que se esforçar em um projeto e não ver os resultados chegando, não é mesmo? Esse é um tipo de frustração muito comum em times de Marketing, por exemplo. É verdade que fatores externos podem interferir, por mais que a equipe se esforce. Mas também precisamos admitir que, em muitos casos, não há um planejamento estratético para ações executadas, ou uma compreensão sobre o propósito da empresa e os objetivos que o negócio deseja alcançar. Assim como qualquer área de uma empresa, o Marketing precisa se planejar. Especialmente no contexto digital, no qual tudo é muito mais volátil, o Plano de Marketing é o primeiro passo para uma gestão mais orientada a resultados.

Aqui neste artigo, você vai descobrir como um bom Plano de Marketing pode transformar a performance do seu time. Aprenda a identificar seus objetivos, conhecer seu público-alvo e criar estratégias eficazes para alcançar o sucesso em seu nicho de mercado. Acompanhe!

O que é um Plano de Marketing?

O processo de planejamento de Marketing envolve uma série de etapas que devem ser seguidas de forma cuidadosa e sistemática. Isso é o que vai dar origem ao Plano de Marketing, um documento que vai reunir diretrizes, orientações e objetivos da área. Para melhor estruturar esse planejamento, é comum que as empresas dividam o processo em 3 níveis:

  • Estratégico: focado nos objetivos e metas de longo prazo, fazendo uma conexão com as metas gerais da empresa;
  • Tático: desdobra as estratégias definidas no planejamento estratégico, definindo seus pilares;
  • Operacional: aborda a parte mais micro do planejamento, detalhando as atividades do dia a dia, responsáveis e metas de curto prazo.
3 níveis do Plano de Marketing

Vale destacar que esse material deve estar alinhado aos objetivos de negócio de forma geral, além de ser indispensável para a execução de estratégias de Marketing de Conteúdo ou Marketing de Influência, por exemplo, ou campanhas promocionais de final de ano, aniversário da empresa e Black Friday, para citar algumas.

Partindo dessa definição, fica claro que o Plano de Marketing é um material essencial para a Gestão de Marketing. Se você lidera um time da área, não está alcançando os resultados esperados e não sabe o motivo disso, esse planejamento pode ser o que está faltando.

Qual a importância de um Plano de Marketing?

Fazendo um resumo geral, o Plano de Marketing permite que a gestão da área defina seus objetivos, tenha clareza sobre o público-alvo e lidere estratégias eficazes para alcançar resultados de acordo com o esperado para seus KPIs e OKRs.

Ao elaborar esse planejamento, as empresas podem definir a melhor forma de posicionar seus produtos ou serviços no mercado, identificando quais canais de comunicação são mais eficazes para alcançar seus públicos-alvo e quais são as melhores táticas para conquistar e fidelizar clientes. 

Da mesma forma, essa documentação estratégica também permite que as empresas avaliem o retorno sobre seus investimentos em marketing e ajustem suas estratégias de acordo com os resultados.

Pensando de maneira mais prática, aqui estão os principais benefícios que podemos listar:

  • Identificação das necessidades e desejos do público-alvo: o planejamento permite identificar melhor as necessidades e desejos do público-alvo da empresa, permitindo que sejam criadas estratégias eficazes para atender a essas demandas;
  • Definição de objetivos claros: o Plano de Marketing ajuda a estabelecer objetivos claros e alcançáveis, permitindo que a empresa saiba exatamente o que precisa fazer para atingir suas metas de vendas, receita, lucro, entre outras;
  • Identificação de oportunidades de mercado: a estratégia ajuda a gestão a identificar oportunidades de mercado que podem ser exploradas pela empresa, como novos produtos, novos segmentos de clientes, entre outras possibilidades;
  • Melhoria do posicionamento da marca: o Plano de Marketing alinha a proposta de valor e ajuda a diferenciar sua marca da concorrência, melhorando seu posicionamento no mercado;
  • Maximização do retorno sobre o investimento: com um planejamento bem estruturado, a empresa pode maximizar o retorno sobre o investimento em suas estratégias, obtendo resultados melhores com investimento menor;
  • Aumento da eficiência e eficácia: com uma estratégia bem alinhada, é possível otimizar recursos e tempo, aumentando também a produtividade do time para que todos priorizem tarefas e iniciativas com mais contexto e façam entregas mais alinhadas aos objetivos da área.

Como fazer um Plano de Marketing?

Como vimos até aqui, o Plano de Marketing é essencial para que a gestão da área possa definir suas metas e objetivos, criando estratégias para alcançá-las. Mas, para muitas pessoas, planejar é uma tarefa bem difícil e confusa. Por isso, listamos aqui um passo a passo que pode te ajudar a colocar a mão na massa e tirar esse planejamento da teoria. Veja:

1. Analise o contexto de negócio

Comece por avaliar o ambiente em que a sua empresa está inserida, incluindo o mercado, concorrentes, tendências, mudanças regulatórias e outros fatores que podem afetar a sua empresa. Essa é uma etapa essencial para que o Plano de Marketing esteja alinhado ao cenário externo, considerando o contexto e adaptações que sejam necessárias para alcançar resultados satisfatórios.

2. Defina objetivos

Com base na análise do ambiente, estabeleça objetivos claros e mensuráveis que o Marketing pode alcançar. Olhe para os objetivos de negócio e entenda o quanto a empresa deseja crescer no período, assim será possível pensar em parâmetros para posicionamento, campanhas e lançamentos, por exemplo.

3. Identifique o público-alvo

Conheça bem o seu público-alvo, entendendo suas necessidades, desejos e comportamentos de compra. Utilize pesquisas de mercado, análises de dados e informações de fontes confiáveis para segmentar o público.

4. Liste ações

Com base nos objetivos e no público-alvo, crie uma estratégia baseada em ações para alcançar os objetivos definidos. A estratégia pode incluir táticas como publicidade, relações públicas, Marketing de Conteúdo, mídia social, eventos e promoções.

5. Defina um orçamento

Estabeleça um orçamento para a sua estratégia, levando em conta os recursos necessários para implementar as táticas definidas. É importante que o orçamento esteja alinhado com os objetivos definidos.

6. Liste as métricas

Estabeleça indicadores de desempenho (KPIs) para acompanhar o progresso das ações de marketing e medir o sucesso da estratégia. As métricas podem incluir aumento de tráfego no site, conversão de leads em vendas, engajamento em mídias sociais e ROI.

7. Execute e monitore

Com o Plano de Marketing em mãos, é hora de implementar as ações definidas. Monitore regularmente as métricas estabelecidas, faça ajustes na estratégia sempre que necessário e mantenha-se atualizado sobre as mudanças no ambiente de negócios e no comportamento do consumidor.

8. Avalie e execute melhorias

Após a execução das ações, avalie o desempenho da estratégia e faça ajustes para melhorar o resultado. O processo de avaliação e ajuste é contínuo e deve ser incorporado ao planejamento de marketing a longo prazo. Você pode implementar dinâmicas com sua equipe, fazendo uma avaliação individual de cada grande iniciativa traçada no plano e levantando os pontos que deram certo e o que precisa melhorar.

Conclusão

Em um mundo cada vez mais competitivo, o Plano de Marketing é uma das bases da gestão da área. Como vimos, as etapas contemplam todo o trabalho do time, trazendo a estratégia geral de negócio para o dia a dia dos profissionais da área, alinhando objetivos e metas, otimizando a performance e aumentando os resultados.

Para que esse planejamento seja mais alinhado e assertivo, vale contar com o apoio do time para definir melhor as ações priorizadas, incentivando a contribuição de todos. Além de reforçar uma cultura colaborativa, isso vai garantir que esse documento seja construído a partir de diferentes visões.

Por fim, não devemos esquecer que o Plano de Marketing traça uma rota, mas que pode mudar ao longo do caminho. Esteja sempre em contato com o time e seus stakeholders para manter o planejamento alinhado às mudanças do mercado e da empresa, sem se apegar demais ao que foi definido inicialmente. Por mais que seja difícil abrir mão de iniciativas que já tinham sido planejadas, essa reavaliação faz parte da rotina de uma gestão atenta às dinâmicas do mercado atual.

Leia mais: