1 de agosto de 2022

Certificação Product Owner: quais são e dicas para conquistar a sua

No mundo atual, as empresas estão buscando cada vez mais agilidade em seus processos. Com isso, a certificação Product Owner começou a ser muito procurada por profissionais que desejam ingressar no mercado de produtos digitais.

Muito semelhante ao papel de Product Manager, o Product Owner costuma ser mais comum em empresas que adotam o Scrum. Por isso, antes de seguir na leitura deste artigo, vale entender a diferença entre PM e PO.

Se você já definiu que quer dar o próximo passo como Product Owner, eu compartilho aqui algumas informações úteis sobre as principais certificações do mercado, como elas funcionam e qual o impacto delas para a sua carreira na área. Vamos lá?

Quais são as principais certificações de Product Owner?

Existem diversas certificações no mercado, porem as mais renomadas são da Scrum Alliance e da Scrum.org.

A principal diferença entre as duas é que a CSPO da Scrum Aliance não exige prova, basta você fazer um curso de 16 horas e ao final recebe este certificado. Importante ressaltar, porém, que ela possui validade de 2 anos, fazendo com que você tenha que renovar após esse prazo.

Já a certificação PSPO da Scrum.org exige uma prova, na qual você precisa provar seu conhecimento. Por outro lado, sua maior vantagem é que a validade é vitalícia.

Como funcionam essas certificações?

 A PSPO da scrum.org possui três níveis e é totalmente em inglês, porém você pode utilizar o plug de tradução do Google se não tiver tanta proficiência no idioma. Pensando no formato e no nível de cada avaliação, você deve saber que:

  • PSPO I: corresponde ao primeiro nível e exige conhecimento teórico. 80 questões de múltipla escolha das quais você tem que acertar 80%;
  • PSPO II: é de nível intermediário, exige conhecimento teórico e prático. 40 questões de múltipla escolha, das quais você tem que acertar 85%;
  • PSPO III: é para um nível mais avançado, exige conhecimento teórico e prático. No total são 35 questões de múltipla escolha e redação, sendo que você precisa acertar 85% e escrever as respostas em inglês de forma dissertativa.

No caso da Scrum Aliance, há duas certificações apenas: CSPO e CSPO A. Ambas são treinamentos com aulas, possuem duração de 2 dias e ao final você recebe o certificado com validade de 2 anos.

A certificação CSPO é de nível intermediário e a CSPO A de nível avançado. Nenhuma exige prova, apenas a presença no treinamento, o que pode ser um ponto negativo. Um ponto muito positivo é a interação e networking durante este treinamento.

Qual percepção do mercado sobre essas certificações?

Antes de investir seu tempo e esforço em uma certificação Product Owner, é importante entender o nível de importância delas para o mercado. 

Nesse sentido, o que eu posso compartilhar aqui é que muitas vagas pedem pelo menos uma certificação de nível teórico. 

No entanto, quem realmente conhece o mercado da agilidade considera a partir da segunda certificação. Isso porque a certificação de nível I da Scrum.org possui muitos simulados disponíveis e muitas pessoas acabam passando apenas por decorar os simulados, não por real conhecimento.

Por isso, a segunda certificação é realmente considerada um diferencial e a terceira é praticamente uma raridade.

Resumidamente, para ser Product Owner não é necessário ter essas certificações, mas com certeza elas são um diferencial para o mercado.

O que mudou na minha carreira após as certificações?

Falando um pouco sobre a minha experiência, após muitas conversas e pesquisas, eu tirei a certificação PSPO I, II e III com pouco intervalo entre uma e outra. Assim foi possível aproveitar que estava ainda com a memória fresca sobre os assuntos, além de que, como o Scrum Guide que é a base, seu conteúdo abrange todas as certificações.

Eu conversei com muitas pessoas antes de tomar a decisão da PSPO e escolhi tirar ela, pois meu objetivo era tirar os 3 níveis. Ao meu ver, conseguir a certificação de nível avançado é um diferencial no mercado, apesar de ser um alto investimento. Outro fator que me ajudou a decidir foi a questão de ser vitalícia e não precisar renovar por questões de validade.

Todo este processo que eu mencionei até aqui me ajudou a ter um conhecimento mais claro sobre gestão de produtos e agilidade. A partir disso, passei a entender a importância de entregas incrementais, do senso de “dono do produto”, da entrega de valor.  E também compreendi a necessidade de realmente ouvir o cliente, de maximizar o ROI, e por aí vai.

Com essa visão clara sobre gestão de produtos , tive uma grande mudança de postura e posicionamento. Todas as trocas me fizeram obter um amplo conhecimento e muitas empresas me procuraram após estes certificados. Muitas pessoas também me convidaram para ministrar aulas e mentorias, e isso deixou muito claro pra mim as oportunidades e carência de mercado sobre esse tema. Temos muitos POs hoje no mercado, mas a grande maioria não está desenvolvida quanto a seu papel ou atuando de forma clara e eficiente. 

O conhecimento e o networking que você obtém tirando essas certificações é muito valioso e te desenvolve como profissional, além de te trazer reconhecimento no mercado.

Outra ponto importante trazer é que percebi que empresas fora do Brasil dão muito valor a certificações, se tornando uma porta de entrada para quem busca oportunidades em outros países.

Como tirar a certificação Product Owner?

Aqui vão algumas observações e dicas que considero importantes úteis para você que decidiu que vai seguir buscando a certificação.

CSPO

Para CSPO basta contratar o curso. Nesse caso eu indico que estude e compre a prova. Você também pode comprar o curso em empresas parceiras da Scrum.Org e ganhar 2 tentativas para prova, porém o investimento é mais alto e, se você gosta de estudar, sugiro que estude em casa, porque acredito que o investimento do curso x retorno, não vale a pena. Há cursos bem mais baratos e que te ajudam a obter conhecimento para a prova.

Para a certificação de nível I, indico que leia o Scrum Guide várias vezes, busque simulados e também faça o simulado disponível no site da Scrum.org. Depois de algumas tentativas com aprovação 100%, você pode se considerar pronto para a prova.

Para a prova de nível II,  indico que leia o livro The Professional Product Owner, o Guia do EBM e o Scrum Guide, além de fazer o simulado disponível no site da Scrum.org. Quando você for aprovado algumas vezes com nota de 100%, você está pronto para prova.

PSPO

Já no caso da PSPO III, aprofunde seus estudos sobre métricas e leia o Scrum Guide e Guia do EBM, além de acessar o blog do Scrum.org para ler a série de posts sobre o papel do PO. Com essas informações bem claras, você já terá o básico para a certificação.

Refaça a prova de nível II como se as perguntas exigissem respostas dissertativas e garanta que esteja mantendo um tempo máximo de 4 minutos por questão.  Na escrita, tenha muito cuidado para não escrever demais. É preciso ser objetivo nas respostas, mas sem esquecer das informações importantes.

Por fim, recomendo que também só faça essa prova se você tiver experiência como PO, pois a prova vai te pedir exemplos práticos de atuação.

Livros para Product Owners

Por fim, recomendo a leitura dos livros abaixo. Acredito que cada um deles contribui muito para ampliar seu conhecimento e ser mais fácil o processo de conquistar a certificação :

Dicas finais

É de sua escolha decidir entre Scrum Alliance e Scrum.Org, pois ambas são renomadas. Como mencionei antes, as certificações podem não ser obrigatórias, mas elas são um diferencial poderoso em um mercado cada vez mais competitivo.

O Curso de Product Management da PM3 também é uma ótima fonte de conhecimento sobre gestão de produtos digitais, além de uma referência no mercado brasileiro (abrindo assim as portas não só para você que já atua como PO, mas que deseja atuar como PM também).

Se você já tem essa certificação e mesmo assim ainda quer tirar a certificação Product Owner, eu diria apenas para você estudar bastante o Guia do Scrum para desenvolver melhor a parte de agilidade. 

Acredito que, com essas dicas, sua jornada para conquistar a certificação Product Owner será muito mais proveitosa. Espero ter ajudado!

Torne-se Product Manager

Aqui na PM3 nós temos como visão tornar o mercado brasileiro de tecnologia a referência mundial em Product Management. E para fazer isso acontecer, nós levamos a nossa missão a sério: formar os melhores profissionais da área de Produto, utilizando as melhores práticas do cenário atual.

Por isso, reunimos os melhores especialistas em Produto do país para compartilhar cases reais do nosso mercado no conteúdo do Curso de Product Management. Dessa forma, você receberá uma formação completa e no nosso contexto, com exemplos de quem realmente faz produto no Brasil.

Acesse gratuitamente a ementa completa e saiba mais!

Leia também:

Autoria de:

Você também pode gostar de ler