11 de julho de 2022

Matriz CSD: o que é e como construir junto ao time de Produto

A Matriz CSD é muito usada por profissionais de UX Design e Product Design. Essa estrutura pode ser aplicada durante a etapa de Discovery para levantar hipóteses sobre um novo projeto e solucionar as dores dos usuários. 

Neste artigo você vai conferir:

  • O que é a Matriz CSD;
  • Quem criou a Matriz CSD;
  • Qual a importância dessa estrutura;
  • Como construir a Matriz CSD;
  • Dicas para utilizar o framework.

Vamos lá?

O que é a Matriz CSD

A Matriz CSD é um framework utilizado na gestão de projetos, principalmente quando falamos gestão de produto e design de produto. A estrutura foi criada por uma consultoria de Service Design, a Livework. Como os projetos são vivos e mudam com frequência, a matriz ajuda a acompanhar essas alterações

A sigla CSD vem de Certezas, Suposições e Dúvidas, elementos que fazem parte dos projetos e que envolvem todos os aspectos de uma determinada iniciativa (como o público, o contexto, a estratégia, o objetivo, as necessidades, os processos, o orçamento, o retorno financeiro, entre outros). 

Esse framework ajuda o time a focar no que importa para o desenvolvimento do projeto e traz mais clareza sobre qual caminho seguir, porque se trata de uma ferramenta visual que ajuda a dar direcionamento para os próximos passos de uma iniciativa.

Visualmente, a matriz é composta por três colunas, cada uma corresponde a uma letra da sigla CSD, como na imagem:

representação da matriz CSD

Na coluna das certezas, o time inclui o que já está definido e consolidado no projeto (é o que a equipe já sabe). As suposições trazem hipóteses que precisam ser validadas e que podem ser baseadas na intuição de alguém do time e precisam ser confirmadas ou aspectos que geram divergência entre as pessoas da equipe. A coluna de dúvidas traz tudo que o time ainda não sabe em relação ao projeto e precisa descobrir. 

Esta é uma estrutura viva. Então, a ideia é que, com o tempo e o desenvolvimento do projeto, as certezas, as suposições e as dúvidas também mudem, inclusive as dúvidas podem se tornar certezas, novas suposições podem surgir e assim por diante. 

A ideia é que esses elementos caminhem pela matriz, das dúvidas às certezas. O objetivo é esclarecer as dúvidas, transformar as suposições em certezas e confirmar as certezas.

Com o tempo, a equipe deve consolidar caminhos e entender melhor por onde seguir. Por isso, a matriz CSD é um bom guia para direcionar o começo dos projetos, que podem ser mais confusos no início, e manter a consistência das atividades até a finalização do projeto.

A matriz CSD é bastante utilizada pelos profissionais de Design de Produto e  traz insights para melhorar a experiência do usuário. Vamos ver a seguir como os times podem se beneficiar ao incorporar esse framework na rotina. 

Importância da Matriz CSD para Produto

Os times de Produto estão a todo tempo lidando com projetos existentes ou pensando em novos projetos. Por isso, a Matriz CSD é bastante eficiente para apoiar a equipe e trazer mais clareza sobre o que deve ser feito e quais caminhos seguir. 

A matriz mostra o que já foi feito pelo time, quais são as certezas e o que ainda precisa ser descoberto, dando a ideia do progresso do projeto. Isso pode estimular e engajar o time, além de otimizar a produtividade dos profissionais, já que essa estrutura organiza os processos. A matriz é uma forma de organizar as diferentes visões que cada pessoa do time em relação ao projeto. Afinal, o que para uma pessoa é uma dúvida, para outra pode ser uma certeza.

Além disso, essa ferramenta pode guiar as pesquisas com os usuários com o objetivo de esclarecer as dúvidas levantadas, sendo uma ótima aliada para confirmar hipóteses na etapa de Discovery. O framework torna o processo mais objetivo e economiza tempo para o time não perder horas discutindo pontos muito específicos, o que atrapalharia o andamento do projeto.

A Matriz CSD ainda alinha o nível de consciência dos profissionais sobre o que está sendo feito no projeto, deixando todos na mesma página. Essa estrutura também centraliza os processos, já que parte de um levantamento de todas as dúvidas e suposições, de modo que o time sabe o que perguntar para os usuários.

Para aproveitar ainda mais os benefícios da matriz CSD, o time de Produto deve aliar seu uso a outros frameworks que utilizam princípios do Design Thinking, como o Mapa de Empatia (uma ferramenta para entender o usuário, se colocando no lugar dele).

Dividir o projeto em certezas, suposições e dúvidas também ajuda a definir estratégias para confirmar ou esclarecer cada uma delas. Isso contribui para que o time pense sobre o que precisa esclarecer e como isso será feito, por meio de testes A/B ou entrevistas com usuários, por exemplo.

Como fazer a Matriz CSD

Não há uma regra sobre qual suporte deve ser utilizado para fazer a Matriz CSD. O time pode utilizar desde ferramentas online específicas para isso, até planilhas, post-its ou murais no escritório. 

O mais importante é que essa estrutura fique visível e seja acessível a todos que participam do projeto. A ideia é que esse documento não fique escondido e que as pessoas possam ver a matriz sempre que precisarem. 

Além disso, ela não é feita para ficar de lado ou ser esquecida, e também não é uma estrutura imutável. Esse framework pode ser modificado de acordo com o andamento do projeto e sofrer alterações ou acréscimos caso as prioridades mudem por algum motivo. 

Assim que o time decidir começar um projeto, é importante aplicar a matriz CSD para nortear todos os passos desde o início. Você também pode utilizar essa estrutura para direcionar as primeiras pesquisas do projeto, seja para esclarecer as dúvidas, seja para confirmar as suposições e certezas. É fundamental que ela seja revisada constantemente, até que todas as dúvidas sejam resolvidas, as certezas estejam constatadas e as suposições forem esclarecidas.

Dicas práticas para utilizar o framework

Agora que você já sabe que a matriz CSD é uma estrutura muito útil para os times de Produto, vamos ver como você pode colocá-la em prática em 4 passos!

Defina o objetivo

Qual problema o time quer resolver? Por que o projeto existe? Essas perguntas vão ajudar na hora de levantar as certezas, as suposições e as dúvidas. Ter clareza sobre o propósito do projeto evita que o time perca tempo com informações pouco úteis para o sucesso da iniciativa. 

Escreva as certezas, as suposições e as dúvidas

Faça um levantamento sobre as certezas, as suposições e as dúvidas em relação ao projeto. Uma dica é utilizar sessões de brainstorming com o time, de modo que cada pessoa monte um esboço da sua matriz e depois compartilhe com o time para discutirem o que deve entrar em cada coluna da matriz final. 

A partir disso, a equipe pode começar a planejar as entrevistas com os usuários e os testes para esclarecer os pontos levantados e até levantar mais certezas, suposições e dúvidas. 

Escolha uma boa ferramenta

Como a sua equipe irá construir a Matriz CSD? Algumas opções são post-its em um quadro, caneta e placa de vidro, planilha no Google Sheets e ferramentas online. Em relação a esta última alternativa, você pode usar plataformas como o Trello, o Miro e o Mural para montar a matriz.  

É importante escolher uma opção que todos tenham facilidade de utilizar e com a qual se sintam confortáveis. Assim o trabalho vai fluir mais facilmente.

Preze pela contribuição das pessoas do time

Disponha os elementos que a equipe levantou nas respectivas colunas da Matriz CSD. Se utilizar uma ferramenta online ou uma planilha no Google Sheets, crie um modelo editável para as pessoas contribuírem e revise os detalhes. 

Se for utilizar post-its e um quadro no escritório, uma dica é separar os assuntos por cor para facilitar a visualização. Por exemplo, todos os post-its que trouxeram dúvidas, suposições e certezas sobre o público serão amarelos, já os post-its sobre orçamento serão azuis e assim por diante. 

Conheça outros frameworks úteis


A Matriz CSD é, como vimos, uma ferramenta útil para profissionais de Produto. Mas também há outros recursos muito interessantes que você pode utilizar para facilitar o dia a dia na área. Acesse gratuitamente o nosso Guia de Frameworks para Product Managers e saiba quais são eles!

Matriz CSD: o que é e como construir junto ao time de Produto

Confira também:

Autoria de:

Você também pode gostar de ler