Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
12 de janeiro de 2022

Product Owner: função, salário e tudo que você precisa saber sobre o papel

No contexto de empresas cada vez mais focadas em produtos digitais, diversas funções acabam emergindo como fundamentais para a execução de uma estratégia de produto eficiente. Uma delas é a de Product Owner (PO), responsável por alinhar stakeholders e aumentar o valor de soluções por meio de metodologias ágeis.

Como o papel do Product Owner ainda gera bastante dúvida e muitos profissionais acabam assumindo essa responsabilidade sem sequer entender sua real importância, reunimos aqui neste conteúdo tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Ao longo do artigo você vai passar pelos seguintes tópicos:

  • O que faz o Product Owner
  • Quais são as responsabilidades de um Product Owner
  • Qual o salário de Product Owner
  • Product Owner vs Product Manager
  • Quais são as habilidades de um bom PO
  • Como obter a certificação de Product Owner

Quer entender de uma vez por todas qual a função do Product Owner? Então acompanhe até o final!

O que faz o Product Owner?

A tradução para Product Owner é, literalmente, “dono do produto”. Essa definição já nos dá uma pista do que faz esse profissional, certo? O PO, em linhas gerais, representa os interesses de stakeholders (no sentido de agregar valor ao negócio), define funcionalidades do produto e faz a gestão do backlog, priorizando tarefas segundo métodos ágeis, como o Scrum.

Resumidamente, a Metodologia Scrum é uma ferramenta de gestão que busca aumentar a eficiência de processos e resultados. Para isso, a proposta é estabelecer um ciclo de atividades orientado por reuniões de alinhamento de curta duração (sprints). Dessa forma, todos do time ficam alinhados, obstáculos são eliminados e prioridades são definidas. 

Nesse contexto, o Product Owner é o guardião do processo. Ele coordena as necessidades do cliente às partes interessadas, tomando decisões de forma a garantir o máximo valor a um baixo custo. 

Sendo assim, Product Owner é mais um papel do que um cargo. Isso porque diversas empresas podem adotar o Scrum como estratégia, elegendo um profissional para ser o guardião da execução de um projeto.  

Com a evolução do mercado de Produto, é muito comum que um Product Owner possa se tornar, futuramente, um Product Manager. Mas a relação entre esses dois papéis vai ser abordada com mais detalhes ao longo do artigo, então continue acompanhando para entender melhor!

Quais são as responsabilidades de um Product Owner?

As principais responsabilidades de um Product Owner são:

  • Definir o backlog do produto;
  • Aplicar estratégias de priorização para trabalhar cada funcionalidade de acordo com o valor de negócio;
  • Buscar e garantir os recursos financeiros necessários para a execução das tarefas;
  • Acompanhar e ajustar as funcionalidades em cada sprint (reunião diária de curta duração);
  • Garantir a transparência do backlog de produto para todos os envolvidos;
  • Orientar o time de desenvolvimento acerca das prioridades do backlog;
  • Bater o martelo para datas de liberação;
  • Aprovar ou reprovar os resultados apresentados.

Ou seja, por meio das responsabilidades listadas, podemos ver que a função do Product Owner gira em torno do planejamento e condução das reuniões de sprint

Na etapa de planejamento, são definidas as tarefas que cada membro da equipe precisará desenvolver a curto prazo, buscando alcançar o sprint goal (ou meta do sprint). Ao final de cada ciclo, o PO e o time de desenvolvimento se unem para a sprint review, reunião na qual os resultados são de fato apresentados ao cliente.

Em outras palavras, podemos notar que o Product Owner é um facilitador que atua como “voz do cliente”. Ele pode ser um papel temporário, focado em um projeto/entrega específica, ou, se houver demanda, um cargo fixo na empresa.

Qual é o salário para Product Owner?

De acordo com o site Glassdoor, a média salarial de um Product Owner no Brasil é de R$ 8.201. Esse valor reflete o grau de confiança do papel, que tem grande responsabilidade dentro das empresas. 

Ao mesmo tempo, cresce a demanda por profissionais que tenham as habilidades necessárias para assumir as responsabilidades da função. Veremos quais são elas mais adiante.

salário product owner

Product Owner vs Product Manager

Algo que POs e PMs têm em comum é a necessidade de entender a fundo as estratégias de produto e de tecnologia. Porém, existem sim diferenças no escopo de ambos, que precisam estar muito claras para quem decide seguir na carreira em Produto. 

Simplificando, podemos apontar que o Product Owner fica mais próximo do time de TI, coordenando prazos e entregas e garantindo que elas gerem valor para seu público-alvo. Ou seja, é uma pessoa que se dedica a traduzir as necessidades do cliente para o time de desenvolvimento.

O Product Manager, por outro lado, tem uma atuação mais focada em alinhar TI, UX e Business. Sendo assim, é um profissional com uma visão mais ampla da estratégia, olhando para o produto e para a evolução do negócio dentro do mercado em que está inserido.Por essa razão, o cargo de Product Manager é considerado uma evolução do cargo de Product Owner. O PM costuma ter muito mais experiência em Produto, pois é o responsável por definir o roadmap e analisar as métricas de produto, por exemplo.

A dúvida entre os papéis de Product Owner e Product Manager é tão comum que desenvolvemos um vídeo focado em deixar bem claro as responsabilidades de cada um. Confira abaixo o episódio do Tira Dúvidas PM3:

Quais são as habilidades que um PO deve ter?

Outra questão importante e que faz toda a diferença para quem está buscando saber mais sobre o papel de Product Owner são as habilidades necessárias para executar bem a função. Confira abaixo as principais habilidades e competências de um bom PO:

Conhecer as metodologias ágeis

Como vimos anteriormente, o Product Owner é um dos responsáveis por executar uma estratégia baseada em metodologias ágeis. 

Sendo assim, é fundamental que esse profissional tenha conhecimento teórico aprofundado sobre elas (como Lean, Kanban, Smart e, principalmente, Scrum). A experiência prática com essas metodologias também é um ponto forte para quem deseja atuar no mercado como PO.

Boa comunicação

A comunicação é uma das principais habilidades de um Product Owner. Isso pode não ser uma grande novidade, afinal, vimos até aqui que o PO trabalha lado a lado com os times de desenvolvimento e stakeholders

Naturalmente, essa pessoa é alguém que precisa saber se comunicar com clareza, empatia e transparência. Mais do que isso, o PO deve entender muito bem as necessidades do cliente e comunicar cada uma delas aos times de maneira precisa.

Capacidade de negociação

O Product Owner lida diariamente com a definição de tarefas, gestão de prazos e com o gerenciamento de stakeholders. Nesse contexto, é muito comum que, em algum momento, os interesses de líderes, investidores, times e clientes sejam divergentes.

Consequentemente, ele deve ter uma capacidade de argumentação e negociação muito afiada, mantendo as prioridades em linha, mesmo que as partes envolvidas tragam demandas inesperadas ou discordem do que foi proposto. 

Vale dizer que negociar, nesse caso, não se trata apenas de saber como expor seu ponto de vista. O PO defende os interesses do cliente acima de qualquer outro, então o profissional encarregado desse papel precisa ter essa premissa muito forte, se colocando o tempo todo nessa posição e articulando argumentos embasados em métricas, pesquisas, prazos, etc.

Comprometimento

O comprometimento é uma das principais características de um bom PO. Como guia do backlog, essa pessoa deve ser a mais dedicada a cumprir com as tarefas presentes nele, inspirando confiança e motivação para todos da equipe envolvida. Da mesma forma, é preciso fornecer as ferramentas necessárias para que tudo seja concluído dentro dos prazos.

Organização

Uma das grandes responsabilidades do papel de Product Owner é garantir que as entregas aconteçam dentro do prazo estipulado, garantindo o sucesso do projeto. Sendo assim, a pessoa responsável pela função precisa saber priorizar e ser muito organizada para conseguir transformar um planejamento abstrato em algo concreto, com um resultado de sucesso.

Mais do que apenas definir tarefas e delegar cada uma delas para as pessoas certas, o PO deve ser vigilante. Deixar o backlog de lado pode ter o mesmo efeito de um furacão: caos completo por toda parte.

Visão macro

Como também vimos, o papel de Product Owner demanda tomar decisões e, naturalmente, boas decisões são aquelas que consideram diversos fatores para que não sejam tomadas em vão.

É preciso encontrar o melhor caminho para atender às necessidades dos clientes, analisando sempre com muito cuidado as implicações de cada escolha. Por isso, ter uma visão macro e considerar aspectos técnicos e organizacionais, assim como pontos de integração, é fundamental.

Como obter a certificação de Product Owner?

Além de buscar desenvolver as habilidades mencionadas no tópico anterior, o conhecimento teórico é uma base importante para iniciar a carreira como Product Owner. Dessa forma, é muito indicado buscar a certificação de Product Owner, que poderá complementar o seu currículo e atestar que você tem condições de assumir a função e suas responsabilidades.

Felizmente, o mercado dispõe de ótimas oportunidades para quem quer aprender mais sobre a área ou aprimorar suas habilidades. 

Para quem domina o inglês e quer buscar uma formação a nível internacional, a Scrum.org oferece certificações para diferentes níveis de conhecimento:

Por outro lado, para quem prefere iniciar ou avançar na carreira de Product Owner por meio conteúdos em português, os cursos da Alura fornecem uma excelente base de aprendizado para o mercado brasileiro por meio das seguintes formações:

Vale a pena se tornar Product Owner?

O papel de PO tem muitas responsabilidades e exige muito comprometimento, principalmente por ser uma função de alta confiança. Consequentemente, ao longo do artigo vimos que a pessoa encarregada de ser PO também pode ser muito bem recompensada financeiramente por tudo isso.

Ademais, seguir esse caminho na profissão pode ser muito divertido para quem sabe se organizar e gosta de trabalhar com criatividade e tecnologia

E por falar em tecnologia, esse é um mercado que está crescendo cada dia mais. Empresas tradicionais e startups investem em produtos digitais para acompanhar as demandas do consumidor, o que gera procura por Product Owners. Só no LinkedIn, são quase 400 vagas para Product Owner em aberto no momento da produção deste artigo.

product owner vagas

Por fim, ainda podemos dizer que a carreira em Produto está se desenvolvendo e oferecendo novas oportunidades de crescimento para quem investe nela. Um próximo passo muito promissor pode ser, por exemplo, se tornar Product Manager. 

Este artigo foi útil para você? Confira nossa série de conteúdos sobre Product Owners com background em diferentes áreas:

Autoria de:

Você também pode gostar de ler

north-star-metric-como-escolher-a-sua

Como escolher sua North Star Metric

Este artigo é uma tradução e adaptação do post Choosing Your North Star Metric, de Lenny Rachitsky. Acreditamos ser um conteúdo de alto valor para